87 É NOSSO, 2008 TAMBÉM

Há 13 anos, o Sport conquistava a Copa do Brasil; ouça os gols na narração de Adilson Couto

Na finalíssima da Copa do Brasil de 2008, o Sport bateu o Corinthians por 2 a 0 na Ilha do Retiro e levou ergueu a taça do torneio.


Há 13 anos, o Sport conquistava a Copa do Brasil; ouça os gols na narração de Adilson Couto

Rádio Jornal acompanhou de perto o Sport em 2008 - - Foto: FOTO: JC Imagem

No dia 11 de junho de 2008, o Sport se consagrava campeão da Copa do Brasil pela primeira vez em sua história. Transformando a Ilha do Retiro numa verdadeira fortaleza, onde venceu todos os seus jogos, o Leão bateu equipes de peso do futebol brasileiro, como Palmeiras, Internacional, Vasco e Corinthians para conquistar o título inédito para as equipes nordestinas.

>>>Alício Pena Jr relembra das polêmicas na final da Copa do Brasil 2008

>>>Beltrão lembra que superou câncer antes da conquista da Copa do Brasil

Há exatos 13 anos, o radialista Adilson Couto, famoso "Grau 10 Internacional", narrou, com muita emoção, os gols do Leão da Ilha na final do torneio. O Sport bateu o Corinthians por 2 a 0 na Ilha do Retiro. Relembre esse momento marcante que faz a torcida rubro-negra ter orgulho até os dias atuais. "87 é nosso, 2008 também!"

Ouça os gols do Sport na final em 2008

Relembre a trajetória do Sport na competição

1ª Fase: Imperatriz

O Sport começou devagar na sua campanha ao título. Jogando mal, o clube ficou apenas no empate fora de casa contra o Imperatriz do Maranhão. Durval abriu o placar para a equipe pernambucana, com o Cavalo de Aço empatando logo na sequência com Valdenes. Já no segundo tempo, Carlinhos Bala voltou a colocar o Sport na frente do placar. Mas aos 42 minutos, Fabinho Paulista deixou empatou novamente o confronto. Já na Ilha, no entanto, o Sport fez valer o favoritismo e venceu por 4x1, gols de Luisinho Netto, Romerito, Igor e Reinaldo (Fabinho Paulista descontou para o Imperatriz), e se classificou para a segunda fase. 

2ª Fase: Brasiliense

Na segunda fase, contra o Brasiliense, o Sport conseguiu sua única vitória fora de casa na campanha do título. O triunfo veio de virada. Patrick abriu o placar para o Jacaré, logo no primeiro minuto de jogo. Mas os rubro-negros reagiram e, com gols de Dutra e Romerito, o Leão saiu de Brasília com uma vitória por 2x1. Na volta, na Ilha do Retiro, nova vitória por 4x1, com Carlinhos Bala, Enílton, duas vezes, e Roger fazendo os tentos do Leão. O veterano Iranildo marcou o gol de honra do Brasiliense.

Oitavas de final: Palmeiras

Foi contra o Palmeiras que o Sport deu a primeira demonstração que poderia brigar longe na Copa do Brasil. Na partida de ida contra o Porco, então campeão paulista, o Leão contou com uma boa atuação de Magrão e de seu sistema defensivo para segurar o 0x0 no Palestra Itália. Na Ilha, o Sport pressionou a equipe paulista e voltou a fazer um alto placar em casa, contando com show de Romerito, que anotou três gols na partida. Dutra fechou o placar em 4x1 para a equipe rubro-negra.

>>>Ouça os gols da campanha do Sport no título da Copa do Brasil

Quartas de final: Internacional

A primeira derrota do Sport na Copa do Brasil veio para o Internacional. Contra o Colorado, a equipe fez um bom jogo no Beira-Rio, mas não foi o suficiente para evitar o placar de 1x0 para os gaúchos, gol de Alex. Na volta, o Leão abriu o placar com Leandro Machado, mas sofreu o empate com gol de Sidnei. Roger fez o segundo gol do Leão, que chegou a ficar com um jogador a menos quando Luciano Henrique foi expulso. Mas, mesmo com 10 jogadores em campo, o Leão conseguiu a classificação de uma forma inesperada: uma bomba de Durval em uma cobrança de falta. Um dos gols mais lembrados na campanha leonina. 

Semifinal: Vasco

Ao contrário das outras fases, o Sport iria decidir fora de casa o duelo contra o Vasco da Gama. Na Ilha, o Leão venceu por 2x0 com gols de Jorge Luiz, contra, e de Daniel Paulista. Em São Januário, a equipe cruzmaltina pressionou e conseguiu repetiu o placar, com gols de Leandro Amaral e de Edmundo, com o segundo gol saindo nos acréscimos do segundo tempo. Nos pênaltis, todos os jogadores do Sport acertaram as suas cobranças: Lusinho Netto, Fábio Gomes, Dutra, Magrão e Carlinhos Bala. Já Edmundo isolou a sua, garantindo a classificação do Leão para a final. 

Final: Corinthians

Na final, o sonho do título inédito parecia ter se distanciado. O Corinthians foi bastante superior ao Leão e abriu 3x0 no Morumbi, com gols de Dentinho, Herrera e Acosta. Aos 45 minutos do segundo tempo, no entanto, Enilton diminuiu o placar para o Sport e voltou a dar esperança ao Sport. “O gol do título”, nas palavras de Carlinhos Bala. E o camisa 11 do Sport estava certo. Na Ilha do Retiro, o próprio Bala abriu o placar para o Leão. Depois, em Luciano Henrique aproveitou sobra de um escanteio e finalizou. Enilton atrapalhou o goleiro Felipe e a bola passou entre as pernas do corintiano. Festa na Ilha do Retiro e conquista garantida.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.