ESTELIONATO

Mulheres vítimas de golpe brigam com suspeito, recuperam bolsa e golpista é preso no Recife

O homem ofereceu para as vítimas um trabalho falso na FenaHall

Mulheres vítimas de golpe brigam com suspeito, recuperam bolsa e golpista é preso no Recife

Homem foi preso pela polícia. Vítimas lamentaram o ocorrido - Foto: Reprodução/TV Jornal

Duas mulheres que estão desempregadas foram vítimas de um golpe na manhã desta sexta-feira (8), no Recife. Elas receberam uma ligação de um amigo em comum sobre um homem que estaria oferecendo uma oportunidade de trabalho na Fenahall, que está acontecendo no Chevrolet Hall, em Olinda. Segundo o golpista, as duas ganhariam R$80,00 por dia para serrem atendentes no evento.

Gilmara Gomes da Silva e Priscila Lúcia Marques marcaram um encontro com o suspeito próximo ao local do evento, no bairro de Salgadinho. O homem teria se apresentado a elas com o nome de Paulo.

Confira na reportagem

Durante a conversa, o suspeito teria informado que as duas mulheres teriam de deixar todos os objetos pessoais e documentação com ele, o que fez com que elas desconfiassem de que estariam sendo vítimas de um golpe.

Ao perceber que as duas estavam desconfiadas, o suspeito tentou fugir com a bolsa onde estavam os objetos pessoais das vítimas mas foi interceptado por elas que chegaram a entrar em luta corporal com o homem.

Ao ser preso pela polícia, o suspeito foi identificado como Cláudio Santos Cavalcante, de 46 anos. Na saída da Central de Plantões, ele negou ter tentado aplicar um golpe nas vítimas. A ocorrência foi registrada na Central de Plantões da Capital.

Investigação de outro golpe

A polícia agora investiga se Cláudio teria cometido o mesmo crime em outras pessoas. No mês passado, outras duas mulheres foram vítimas de um golpe parecido no bairro do Derby. Um homem teria oferecido uma oportunidade de trabalho para as duas como recepcionista, em um falso congresso na UPE, no bairro de Santo Amaro, mas, ao chegar no local, o homem teria colocado os objetos pessoais das vítimas em uma mochila e fugido sem deixar pistas.

Nota Classic Hall na íntegra

O Classic Hall vem a público esclarecer sobre o golpe que está sendo aplicado com o uso indevido do nosso evento. Através desta reportagem, tomamos conhecimento que pessoas estão oferecendo vagas falsas para trabalhar na feira de negócios.

Esclarecemos que não fazemos contratação, muito menos em via e pública e durante a realização da feira, a organização é de responsabilidade do Classic Hall e trabalhamos com o próprio staff da casa de espetáculos.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.