PETRÓLEO

Pesquisa: algas podem ajudar na retirada de óleo das praias e corais

O estudo é feito por pesquisadores da UFPE. O produto natural seria mais eficaz do que a alternativa usada atualmente pelo Governo para retirar o óleo

Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 06/11/2019 às 8:30
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) iniciaram um estudo para desenvolver uma manta feita com algas, que vai ajudar a retirar o óleo encontrado no mar e nos corais das praias do Estado atingidas pelo desastre ambiental. As amostras da alga contaminada foram colhidas na Praia do Paiva, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife.

>> Navio grego é principal suspeito por vazamento de óleo, diz PF

>> Conheça o navio responsável pelo derramamento de óleo no Nordeste

>> Mais de 60 pessoas sofrem intoxicação por óleo, confirma Governo de PE

Segundo o professor de histologia e embriologia da universidade, Jeymesson Vieira, alguns componentes extraídos das algas podem ajudar na elaboração dessa manta, capaz de absorver os fragmentos de óleo no mar. O produto natural seria mais eficaz que as mantas de material sintético, usadas atualmente pelo Governo.

Confira na reportagem

Previsão

O relatório da proposta de pesquisa deve ser concluído até a próxima semana. Depois, será encaminhado para a análise de liberação da verba pública. O estudo para viabilizar a manta de algas deve ser finalizado no segundo semestre de 2020, com a ajuda dos próprios estudantes da UFPE. Até o momento, quase 1.600 Toneladas de petróleo foram recolhidas do litoral pernambucano

>> Óleo: mais de 700 voluntários alegam problemas de saúde após contato

>> "Não é óleo", afirma Marinha sobre mancha do tamanho do Recife

>> Óleo: Governo volta atrás e libera pesca de camarão e lagostas

>> Polícia Federal: navio grego foi responsável por vazamento de óleo