FERIADO

Auxílio emergencial: Corpus Christi pausa saques nesta quinta (11)

O feriado de Corpus Christi interrompeu o calendário de saques do auxílio emergencial da Caixa Econômica Federal

Auxílio emergencial: Corpus Christi pausa saques nesta quinta (11)

Aplicativo do auxílio emergencial ao trabalhador - Foto: Marcello Casal Jr./ABr

Nesta quinta-feira (11) não haverá saque da segunda parcela do auxílio emergencial, por causa do feriado de Corpus Christi. O pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial será feito até o dia 13 de junho.

O calendário seguirá conforme o mês de nascimento dos beneficiários. No dia 12, recebe quem nasceu em novembro e no dia 13, os nascidos em dezembro.

  • 12 de junho (sexta-feira): Nascidos em novembro
  • 13 de junho (sábado): Nascidos em dezembro

As inscrições no auxílio emergencial vão até o dia 3 de julho.

 >> Auxílio Emergencial terá saque liberado para todos na segunda (15)

>> Auxílio emergencial será prorrogado por dois meses

Apps

A nova versão do app CaixaTem incorporou a funcionalidade do pagamento utilizando o QRcode. “Não precisa de cartão. Foi uma grande conquista e os cidadãos estão aprendendo. Isso minimiza muito necessidade de aglomerações para saque de recursos em espécie. Podemos, através do CaixaTem, utilizar sua conta no estabelecimento físico”, disse a vice-presidente de governo do banco, Tatiane Thomé.

O app também permite o saque do recurso. Esse procedimento pode ser feito por meio da geração de um código que possibilita ao usuário ir a um caixa eletrônico ou a uma lotérica e conseguir realizar o saque.

>> Calendário da terceira parcela do auxílio emergencial gera expectativa

>> Auxílio emergencial: Veja como conferir se seu CPF foi usado em fraude

>> Pessoas denunciam uso de CPF em golpes para saque do auxílio emergencial

>> É golpe mensagem que promete cadastro ao "auxílio gás"

Quem pode receber o auxílio?

Para ter acesso ao auxílio emergencial, a pessoa deve cumprir, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:

  • Maior de idade - ser maior de 18 anos de idade
  • Não ter emprego formal - destinado para trabalhadores autônomos com rendas informais, que não seja agente público, inclusive temporário e nem exercendo mandato eletivo
  • Não ser beneficiário - não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família
  • Renda familiar - renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00)
  • Rendimentos tributáveis - não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70
  • Estar desempregado ou exercer as seguintes atividades - exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI) ou ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) ou ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico)

Ainda tenho dúvidas. O que faço?

A prestação de informações sobre cadastro e pagamento do Auxílio Emergencial está disponível apenas por meio do aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial, do site auxilio.caixa.gov.br e da central telefônica exclusiva 111. Confira os canais da Caixa Econômica Federal para mais informações:

>> Controladoria Geral da União afirma que descobriu mais de 160 mil fraudes no auxílio de R$ 600

>>Auxílio emergencial: saiba como usar cartão virtual em mercados, lojas e conta da Celpe

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.