OCDE

OCDE: Relatório sugere aumento de valores do Bolsa Família

Valores pagos pelo Bolsa Família recuaram 22% em termos reais (descontada a inflação), nos últimos 15 anos.


OCDE: Relatório sugere aumento de valores do Bolsa Família

A sugestão está em um relatório sobre o Brasil, feito pela OCDE, o grupo das economias mais industrializadas do planeta - Foto: Divulgação/PF

Com informações da Agência Brasil

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) sugeriu o reajuste do Bolsa Família, afirmando que os valores pagos pelo programa social recuaram 22% em termos reais (descontada a inflação), nos últimos 15 anos.

A sugestão está em um relatório sobre o Brasil, feito pela OCDE, o grupo das economias mais industrializadas do planeta, e divulgado, nessa quarta (16). O Brasil está em processo de adesão ao grupo, desde 2017.

 

>> Bolsa Família: Governo retoma processos e alterações na folha de pagamento

>> Começam pagamentos do Bolsa Família; veja se vai receber via Caixa Tem

>> Auxílio emergencial de R$ 300: veja o novo calendário do Bolsa Família

>> Bolsa Família: saiba se você começa a receber via Caixa Tem e como funciona

>> Entenda como Bolsa Família pode ser opção a auxílio emergencial em 2021

>> Beneficiário pode receber Bolsa Família através do Caixa TEM a partir de dezembro

 

Liberação de recursos

O relatório da OCDE informou que a correção do salário mínimo apenas pela inflação libera recursos para o aumento nos gastos do Bolsa Família.

A entidade ressaltou que esse ponto já está sendo posto em prática porque, em 2019, a fórmula de reajuste, que permitia aumentos acima da inflação caso houvesse crescimento econômico dois anos antes, expirou. Desde então, o mínimo tem sido reajustado apenas pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

 

>> Bolsa Família: Proposta prevê reajustes e pagamento de abono natalino

>> Expansão do Bolsa Família vai beneficiar cerca de 3 milhões de pessoas

>> Auxílio emergencial está acabando e governo discute nova prorrogação

>> O auxílio emergencial será prorrogado? Veja o que diz o Governo

>> Auxílio emergencial: Governo fala sobre possibilidade de mais pagamentos

 

FGTS e Seguro-desemprego

No documento, a entidade também sugeriu a combinação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do seguro-desemprego num benefício universal de proteção social ajudaria a reduzir a desigualdade no país. 

Pós-pandemia

O relatório também recomendou medidas para reequilibrar as contas públicas no pós-pandemia. Entre as ações sugeridas, estão a revisão de subsídios e de renúncias fiscais ineficazes, que aumentaria a arrecadação, e a reforma administrativa e de gastos vinculados (a alguma receita) e indexados (corrigidos automaticamente), que diminuiriam despesas obrigatórias.

Desmatamento

O documento também destacou a alta no desmatamento na Amazônia depois de um longo período de queda. A OCDE mencionou a queda de recursos para a preservação do bioma amazônico e pediu mais fiscalização.

“Aumentar os esforços de fiscalização por meio de orçamentos maiores e maior contratação de pessoal de fiscalização é um pilar importante para conter o desmatamento ilegal”, destacou relatório. Os países associados da OCDE são obrigados a seguir uma série de parâmetros, inclusive ambientais.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.