FRAUDES

Auxílio emergencial: veja o que fazer se a Caixa bloquear sua poupança

Banco não informou quantas contas foram bloqueadas

Auxílio emergencial: veja o que fazer se a Caixa bloquear sua poupança

A Caixa Econômica Federal bloqueou contas da poupança social por suspeita de fraude - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Com informações da Agência Brasil

Contas da poupança social da Caixa Econômica Federal, usadas para pagamento do auxílio emergencial, foram bloqueadas por suspeita de fraudes. A Caixa não informou quantas contas foram bloqueadas.

>> Auxílio Emergencial: Caixa bloqueia contas da poupança social por suspeita de fraude

 

>> Auxílio emergencial: veja se recebe 1º, 2º, 3º ou 4º parcela nesta quarta

>> Auxílio emergencial: Inscritos no app ou site começam a receber quarta parcela

>> Auxílio emergencial: primeira parcela é paga a 721 mil nesta quarta

>> Calendários de todas as parcelas do auxílio emergencial são divulgados

“A Caixa esclarece que o aplicativo Caixa Tem possui múltiplos mecanismos integrados de segurança, mantendo-se inviolável e seguro. O baixo percentual de fraudes observado deve-se à engenharia social, em que são utilizadas informações, documentos e acessos dos próprios clientes. Assim, recomenda-se utilizar apenas os aplicativos oficiais da Caixa e jamais compartilhar informações pessoais”, diz o banco em nota. 

>> Auxílio Emergencial: Confira como comprar e pagar contas no Caixa Tem

>> Auxílio emergencial: saiba o que fazer caso o aplicativo Caixa Tem não funcione

>> Caixa Tem: usuários são vítimas de golpes e relatam problemas para utilizar aplicativo

>> Auxílio emergencial: Mudanças no aplicativo Caixa TEM são feitas para evitar problemas no acesso

O que fazer

Os usuários do aplicativo Caixa Tem, usado para movimentar a conta, devem se apresentar em uma agência bancária, com documento de identidade, para regularizar o cadastro.

>> Auxílio emergencial: Pagamento da quarta parcela começa nesta segunda

>> Auxílio Emergencial: Veja se você pode ser excluído da quarta parcela

Segundo a Caixa, a área de segurança do banco monitora continuamente as contas e os acessos e, em caso de suspeita, realiza o bloqueio preventivo.

“O banco esclarece que informações sobre eventos criminosos são repassadas exclusivamente às autoridades policiais, e ressalta que presta irrestrita colaboração nas investigações”, concluiu.

>> Quem recebe R$ 1.200 vai ter valor diferente na quarta parcela do auxílio emergencial?

>> Quem teve o auxílio emergencial negado já pode recorrer à Defensoria Pública

>> Teve o auxílio emergencial negado? Veja como contestar resultado do cadastro

>> Justiça Federal de Pernambuco oferece serviços gratuitos para quem teve o auxílio emergencial negado e precisa recorrer

>> Não consegue tirar a carteira de identidade para obter o auxílio de R$ 600? Saiba o motivo e como resolver

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.