Moreno

Auxílio emergencial: Caminhão-agência da Caixa chega ao Grande Recife


O caminhão-agência da Caixa Econômica Federal chega para dar apoio nas ações do auxílio emergencial na região

Karina Costa Albuquerque Karina Costa Albuquerque
Karina Costa Albuquerque
Karina Costa Albuquerque
Publicado em 29/06/2020 às 9:25
Jailton Júnior/TV Jornal
FOTO: Jailton Júnior/TV Jornal
Leitura:

A cidade de Moreno, na Região Metropolitana do Recife, contará com a presença de uma unidade móvel de atendimento da Caixa Econômica Federal, a partir desta segunda-feira (29). No Caminhão, a população terá à disposição todo o atendimento necessário para o recebimento do Auxílio Emergencial. A unidade ficará na cidade até a sexta-feira, 3 de julho.

>> Auxílio emergencial: Caixa divulga novos calendários da 1º, 2º e 3º parcela

>> Caixa divulga calendário da 3º parcela do auxílio emergencial

Como vai funcionar

O Caminhão-Agência da Caixa vai ficar no Pátio de Eventos Waldemir Silva, na Avenida Dr. Sofrónio Portela, no centro da cidade. O horário de funcionamento é das 08h às 14h. O local foi escolhido por ser de fácil acesso e permitir a livre circulação de pessoas.

>> Auxílio emergencial tem 16,69 milhões cadastros pendentes; o que fazer

>> Veja como devolver auxílio emergencial recebido indevidamente

>> Cerca de 318.369 agentes públicos receberam auxílio emergencial

>> Veja como denunciar fraudes no auxílio emergencial

Público-alvo

O público-alvo dessa ação são os beneficiários do Auxílio Emergencial de Moreno e de cidades vizinhas.

Prorrogação

Durante live semanal nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro informou que o auxílio emergencial vai pagar um adicional de R$ 1,2 mil. O valor será dividido em três parcelas. "Vamos partir para uma adequação. Deve ser, estamos estudando, R$ 500, R$ 400 e R$ 300", afirmou o presidente, que estava ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes.

O auxílio é destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, como forma de fornecer proteção emergencial no enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19).

>> Auxílio emergencial: Prazo para solicitar benefício acaba em duas semanas

>> Auxílio emergencial: Cerca de 2,7 milhões de pessoas estão em análise

>> Teve o auxílio emergencial negado? Defensoria Pública poderá ajudar

Auxílio emergencial

O auxílio é um benefício do governo federal, destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregado e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19). De acordo com o ministério, será preciso gerar uma Guia de Recolhimento da União (GRU) para fazer a devolução.

Quem tem direito ao auxílio emergencial?

Tem direito ao benefício o cidadão maior de 18 anos, ou mãe com menos de 18, que atenda aos seguintes requisitos:

  • Pertença a família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até três salários mínimos (R$ 3.135,00);
  • Que não esteja recebendo benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou outro programa de transferência de renda federal, exceto o Bolsa Família;
  • Que não tenha recebido em 2018 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70;
  • Esteja desempregado ou exerça atividade na condição de:
  • Microempreendedor individual (MEI);
  • Contribuinte individual da Previdência Social;
  • Trabalhador informal, de qualquer natureza, inclusive o intermitente inativo.

Quem não tem direito ao auxílio emergencial?

Não tem direito ao auxílio o cidadão que:

  • Pertence à família com renda superior a três salários mínimos (R$ 3.135,00) ou cuja renda mensal por pessoa da família seja maior que meio salário mínimo (R$ 522,50);
  • Tem emprego formal;
  • Está recebendo seguro desemprego;
  • Está recebendo benefícios previdenciários, assistenciais ou benefício de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família;
  • Recebeu rendimentos tributáveis acima do teto de R$ 28.559.70 em 2018, de acordo com declaração do Imposto de Renda.

>> Auxílio emergencial: Prazo para solicitar benefício acaba em duas semanas

>> Auxílio emergencial: Cerca de 2,7 milhões de pessoas estão em análise

Mais informações

O Caminhão-Agência é mais um canal que a CAIXA disponibiliza aos beneficiários do Auxílio Emergencial. Vale ressaltar que os cidadãos têm à disposição o site auxilio.caixa.gov.br, o app CAIXA Tem, utilizado para movimentação e saque dos beneficiários que não possuíam conta ou não eram do Programa Bolsa Família, o App CAIXA Auxílio Emergencial, a central 111 e o site do Ministério da Cidadania para informações sobre o benefício.

>> Teve o auxílio emergencial negado? Defensoria Pública poderá ajudar

>> Mãe enfrenta problema de saúde, perde auxílio do governo e faz apelo para cuidar da filha com deficiência intelectual e epilepsia

>> Prorrogação do auxílio emergencial pode ser vetada por Bolsonaro

Mais Lidas