AJUDA

Mãe enfrenta problema de saúde, perde auxílio do governo e faz apelo para cuidar da filha com deficiência intelectual e epilepsia

Além de cuidar da filha, a mulher enfrenta um problema de saúde e precisa fazer cirurgia

Mãe enfrenta problema de saúde, perde auxílio do governo e faz apelo para cuidar da filha com deficiência intelectual e epilepsia

Raíssa (E) e Elizângela (D) precisam de ajuda após perderem o benefício assistencial à pessoa com deficiência (BPC) - Foto: Paulo Daniel/TV Jornal

Com informações de Marcela Maranhão

Uma família de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife, vem sofrendo sem recursos para cuidar da filha com deficiência. O benefício assistencial à pessoa com deficiência (BPC) da menina foi cortado em fevereiro e, de acordo com os parentes, sem explicações. Para piorar a situação, a mãe que cuida da filha em tempo integral está doente precisando de uma cirurgia, mas por conta da pandemia do coronavírus não consegue atendimento.

Raíssa tem 24 anos e sofre com uma deficiência intelectual, além de epilepsia, que pode levar à convulsões. Durante os meses sem receber o benefício para cuidar da filha, a dona de casa Elizângela também enfrenta um problema de saúde e precisa fazer uma cirurgia no mioma, que é um tumor benigno e fica localizado no útero.

Como ajudar?

Quem puder ajudar a família, pode entrar em contato com Edmilson, esposo de Elizângela, pelo telefone 9 9513-4261.

Grávida afirma ter sido vítima de golpe e precisa de doações

A vida de Emiliane Sílvia Saulistiano não está sendo fácil. A moradora do bairro de Rio Doce, em Olinda, grávida de oito meses, descobriu que o nome está registrado em dois contratos de uma empresa em São Paulo, onde afirma que nunca trabalhou, e acredita que, por causa disso, não consegue receber o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda, desde abril. Emiliane trabalha como merendeira desde fevereiro. No mês de abril, ela teve o contrato suspenso por conta da pandemia do novo coronavírus

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.