POLíTICA

STJ nega habeas corpus de prefeito afastado de Camaragibe

O processo de impeachment de Demóstenes Meira será votado na segunda-feira (18)

STJ nega habeas corpus de prefeito afastado de Camaragibe

O prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira, foi preso em junho de 2019 - Foto: Divulgação/ Prefeitura de Camaragibe

O Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou habeas corpus - ação judicial com o objetivo de proteger o direito de liberdade - do prefeito afastado de Camaragibe, Demóstenes Meira. Atualmente, ele está preso no Cotel, em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife. Na próxima segunda-feira (18), vai ser votado o processo de impeachment do político.

O presidente da Câmara de Vereadores de Camaragibe, Antônio Oliveira, comenta o caso do prefeito Demóstenes Meira. ''O processo já foi fechado. Na próxima segunda (18), às 09h da manhã, acontece a sessão especial de cassação do prefeito, onde a Câmara irá decidir se cassa ou arquiva o processo de impeachment, se a prefeita interina assume definitivamente o município e o prefeito perde o cargo'', comentou.

Relembre o caso

O prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira (PTB), foi preso na operação do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco). Ele é investigado pelos crimes de fraude em licitação, corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.