CAMPO GRANDE

Irmãs passaram 6 dias em cárcere privado e dizem motivo do sequestro

TV Jornal

-Reprodução/TV Jornal

As irmãs de 12 e 14 anos que estavam desaparecidas há uma semana, depois que saíram da escola, em Campo Grande, na Zona Norte do Recife, reapareceram nessa terça-feira (21), depois da divulgação do caso no TV Jornal Meio Dia. Elas foram liberadas pelo comerciante que as levou em um carro.

As irmãs disseram à polícia que o crime foi cometido por um amigo da madrinha de uma delas, para que a mais nova retirasse uma queixa de estupro contra ele. A investigação sobre o desaparecimento das adolescentes está sob a responsabilidade do delegado Ademir Oliveira, do Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA).

Ele afirmou que as irmãs foram encontradas próximo à escola onde uma das duas estuda, em Campina do Barreto. Em depoimento, as irmãs afirmaram que foram sequestradas pelo homem, acusado de ter abusado sexualmente da menina de 12 anos.

As vítimas ainda disseram que passaram seis dias em cárcere privado, em uma casa em uma área deserta, ateé serem deixadas em Campina do Barreto. A madrinha da adolescente de 12 anos e o marido dela foram ao DPCA prestar depoimento. O marido da madrinha disse que chegou a desconfiar do comportamento do amigo dela com a adolescente. Os depoimentos continuam durante a tarde.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.