HOMENAGENS

Movimento é grande no Cemitério de Santo Amaro neste Dia de Finados

TV Jornal

-Reprodução/TV Jornal

Muita gente acordou cedo para homenagear os parentes mortos, nesta sexta-feira (2), Dia de Finados. No Cemitério de Santo Amaro, o maior do Recife, cerca de 20 mil pessoas são esperadas durante todo o dia, e a movimentação começou logo cedo. Pessoas não paravam de passar pelo portão principal, muitas, carregando flores para homenagear os entes queridos.

Em todas as esquinas, era possível ver pessoas fazendo orações. Algumas até aproveitaram o dia para limpar o túmulo dos parentes. Às 7h da manhã, uma missa na Capela Central, celebrada pelo padre Rinaldo Pereira, reuniu muitos católicos. Uma orquestra de sinos, da Igreja Adventista, também encantou o público.

Confira na reportagem:

O cemitério

O Cemitério de Santo Amaro tem 145 mil m², e foi criado em 1851. São mais de 20 mil túmulos e 9 mil ossuários. Nele, estão sepultadas muitas pessoas conhecidas, como o percussionista Naná Vasconcelos, o ator José Pimentel, o cantor Chico Science, o ex-governador Eduardo Campos e o avô dele, Miguel Arraes.

-Reprodução/TV Jornal

Entre os túmulos mais visitados está o da 'Menina Sem Nome', que foi encontrada morta da década de 70, na Praia do Pina, Zona Sul do Recife. Até hoje, nenhum parente da menina apareceu. Brinquedos, pipoca e até um bolo foram deixados em cima do túmulo.

Uma novidade para este ano foi desenvolvimento de um aplicativo para celular que ajuda os visitantes a descobrirem onde estão os túmulos de pessoas famosas no Cemitério de Santo Amaro. Além de mostrar a localização, o aplicativo ainda mostra a história de vida dessa personalidade. 

Confira:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.