OPERAçãO

Ex-servidores do DER são investigados pela PF suspeitos de desviar recursos destinados a obras e serviços

O grupo teria desviado um valor aproximado de R$ 10 milhões de  dos cofres públicos federais

Ex-servidores do DER são investigados pela PF suspeitos de desviar recursos destinados a obras e serviços

Polícia Federal - Foto: Marcelo Camargo/ABr

Ex-servidores do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), estão sendo investigados pela Polícia Federal suspeitos de envolvimento no desvio de recursos destinados a obras e serviços, como a requalificação da BR-101, no trecho que fica entre as cidades do Recife e Jaboatão.

>>Polícia Civil: Operação desarticula organização criminosa em Toritama

Durante a operação da PF, mais de cinco pessoas entre funcionários do departamento e empresários do ramo da construção civil estão sendo investigados há cerca de um ano. O grupo teria desviado um valor aproximado de R$ 10 milhões de  dos cofres públicos federais para uma suposta realização de obras nas estradas.

>>Após roubar R$ 4 milhões de cliente no Recife, advogado é preso durante operação da PF

Terceira fase

Está já é a terceira fase da Operação Outline deflagrada pela PF em conjunto com o Tribunal de Contas do Estado e da Uunião. De acordo com a PF, nesta etapa não houve nenhum mandado de prisão expedido apenas mandados de busca e apreensão de bens e bloqueios de contas bancárias.

Apreensões

Entre as apreensões estão uma lancha, carros de luxo e joias. Na ocasião, a polícia também determinou o sequestro de imóveis que estavam em nome dos envolvidos.

Crimes

Os investigados irão responder pelos crimes de corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro, organização criminosa e peculato.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.