ALERTA

Criminosos usam vacinação contra covid-19 para aplicar golpes; entenda

Entenda como funcionam os golpes envolvendo a vacinação contra a covid-19 e como se proteger

Criminosos usam vacinação contra covid-19 para aplicar golpes; entenda

Criminosos se passam por funcionários do Ministério da Saúde e oferecem agendamento para a campanha de imunização - Foto: Reprodução/TV Jornal Interior

Com a expectativa para o início da vacinação contra a covid-19, criminosos estão se passando por funcionários do Ministério da Saúde e oferecendo, por telefone, agendamento para a campanha de imunização.

Como é o golpe

O golpe acontece por meio de uma ligação gravada, na qual são feitas perguntas relacionadas à doença e à saúde da vítima.

>> Corretora de imóveis é suspeita de golpe com mais de 100 vítimas

Em seguida, uma pessoa entra na linha, se passando por um representante do Ministério da Saúde, e diz que vai enviar um código de ativação pelo WhatsApp. É neste momento que o celular é clonado.

>> QR Code: confira cuidados importantes para evitar golpes

Vítima

De acordo com a Polícia Federal, uma pessoa no Estado acabou caindo no golpe financeiro, nesse fim de semana. A vítima teve o WhatsApp clonado e os criminosos conseguiram ter acesso a toda a sua agenda telefônica.

>> Pix: Polícia Federal alerta para golpes; veja como se proteger

Alerta

A Polícia Federal alerta que o Ministério da Saúde não entra em contato para fazer cadastro de vacinação contra a covid-19.

Segundo a PF, quem, por acaso, receber a falsa ligação deve desligar a chamada em, em hipótese alguma, passar dados pessoais.

E quem cair nos golpes?

Quem cair no golpe deve procurar a Polícia Civil para registrar um boletim de ocorrência e informar o caso à empresa de telefonia. A conta do WhatsApp terá um prazo mínimo de 30 dias para ser reativada.

Crimes

Quem for pego praticando o golpe pode cumprir penas que variam de 3 a 15 anos de prisão, pelos crimes de falsidade ideológica, estelionato e furto.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.