Feminicídio: homem é condenado a 26 anos de prisão por atear fogo e esfaquear mulher


Em um julgamento que durou cerca de sete horas, no Fórum Thomaz de Aquino, Kalel Cristian Silva Regueira foi condenado, nesta segunda-feira (11), a 26 anos de prisão por feminicídio duplamente qualificado após ser acusado pela morte da companheira Samara da Costa Mendes, de 18 anos. Segundo o inquérito da polícia, ele esfaqueou e ateou fogo na vítima.