Preços em vendas online devem ser vistas de maneira fácil, alerta Procon


Se tornou comum, nos dias atuais, vendedores e consumidores negociarem o preço de uma venda através do ''direct'' ou ''inbox'' (mensagens privadas) nas redes sociais. No entanto, de acordo com o Procon Recife, a ação é proibida pelo Código de Defesa do Consumidor e pela Lei de E-commerce (7.962/2013), pois todos os produtos precisam ter os preços inseridos na imagem ou na legenda da publicação do produto.

PALAVRA CHAVE