QUARENTENA

Veja iniciativas para ajudar o próximo e encontrar alívio na pandemia

Durante isolamento, por causa do coronavírus, moradores de prédios se unem para ajudar o próximo e se divertir incentivando profissionais prejudicados

Veja iniciativas para ajudar o próximo e encontrar alívio na pandemia

Moradores organizam doações e até shows à distância - Foto: Reprodução/TV Jornal

Durante o período de isolamento, por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19), muitas pessoas estão passando dificuldades. Tanto financeiras, quanto psicológicas. Pensando nisso, moradores de condomínios têm se juntado em ações para ajudar quem mais precisa, algumas delas conciliando diversão e apoio a categorias que estão sendo prejudicadas pela quarentena.

Confira na reportagem

Recife

No salão de festas do prédio onde mora, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, a jornalista Dani Gusmão montou a cozinha solidária. Ela dedica o tempo livre a fazer refeições, que serão levadas para moradores de rua do Recife.

A ideia logo foi abraçada por vizinhos e amigos. Só na semana passada, foram entregues, por dia, 150 marmitas. A distribuição é feita por integrantes da ONG Novo Jeito.

Olinda

A solidariedade também tem feito a diferença em um prédio, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. Os moradores dos mais de 70 apartamentos passaram a deixar na portaria alimentos, material de limpeza, roupas, tudo que tenha utilidade para quem vive em situação de vulnerabilidade.

A proposta partiu da síndica, Érika Cordeiro, que não pensou duas vezes em convidar os vizinhos para ajudar.

Os moradores decidiram ajudar também músicos, que estão parados neste período de quarentena. Um palco foi improvisado no estacionamento e o público não precisou sair de casa para acompanhar a apresentação.

Das janelas, todos puderam ouvir o som do forrozeiro Neno Moral. O músico não cobrou um valor fixo e qualquer contribuição pôde ser deixada pelos moradores, também na portaria. Um momento de descontração que aliviou a angústia de quem espera por dias melhores.

>> Paróquia do Santíssimo Sacramento de Santo Antônio realiza campanha de arrecadação de máscaras para moradores de rua
>> Coronavírus: Profissionais de saúde do Recife criam campanha para arrecadação de doações
>> Núcleo de Apoio à Criança com Câncer afirma que doações caíram pela metade por causa do coronavírus
>> Pandemia do coronavírus: Lar do Neném pede doações para se manter
>> COVID-19: veja como baixar o aplicativo e solicitar auxílio de R$ 600
>> Auxílio de R$ 600: Veja calendário e saiba quando irá receber
>> Coronavírus: auxílio-doença pode ser solicitado ao INSS sem perícia
>> Saiba se está inscrito no CadÚnico para receber auxílio de R$ 600
>> PMs doam sangue para melhorar estoques do Hemope; veja como ajudar 
>> Hemope tem estoques baixos por causa do coronavírus e convoca doadores
>> Delegacia de Boa Viagem e ONG fazem campanhas para arrecadar doações
>> Hemope faz esquema para doações de sangue na pandemia do coronavírus
>> Coronavírus: HCP e Detran lançam campanhas para arrecadar doações
>> Veja como ajudar e onde procurar ajuda neste cenário de coronavírus 

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada: 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.