NOVOS BENEFICIáRIOS

Auxílio emergencial: veja se você é um dos 1,5 milhões que vão receber

A Dataprev avaliou e liberou mais cerca de 1,5 milhões de pessoas para receber o auxílio emergencial

Auxílio emergencial: veja se você é um dos 1,5 milhões que vão receber

A Dataprev é a empresa responsável pelo processamento de dados, para receber as cinco parcelas da ajuda - Foto: Leonardo Sá - Agência Senado

Com informações da Agência Brasil

O auxílio emergencial de R$ 600 deve ser liberado para cerca de 1,5 milhão de pessoas, nos próximos dias. Todas elas recorreram e passaram por nova análise da Dataprev, empresa responsável pelo processamento de dados, para receber as cinco parcelas da ajuda, paga pelo Governo Federal, por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

>> Auxílio emergencial: Nova fase de pagamentos começa neste sábado (18)

>> Auxílio emergencial chega à quarta parcela; veja calendários da Caixa

 

Após a validação do Ministério da Cidadania, órgão gestor do programa, os dados serão atualizados no portal de consultas do auxílio emergencial da Dataprev., onde você pode checar se seu benefício foi aprovado.

"O conjunto de informações engloba os pedidos realizados nos três últimos meses", afirmou a empresa ao acrescentar que o resultado da análise foi encaminhado ao Ministério da Cidadania para homologação.

>> Pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família já tem data para começar

>> Cronograma de saque do auxílio emergencial vai até setembro

>> Auxílio emergencial: pagamento é dividido em 4 lotes de beneficiários

1º parcela

"Até momento, a atuação da Dataprev no reconhecimento do direito do cidadão está restrita apenas à primeira parcela do benefício. A reavaliação e autorização para pagamento das demais parcelas são hoje realizadas pelo Ministério da Cidadania", ressalta o órgão.

>> Auxílio Emergencial: Veja se você pode ser excluído da quarta parcela

>> Quem recebe R$ 1.200 vai ter valor diferente na quarta parcela do auxílio emergencial?

>> Confira as datas dos próximos saques do auxílio emergencial e quem recebe quarta parcela a partir do dia 20 de julho

>> Câmara aprova auxílio emergencial para atletas

Beneficiados

Até 2 de julho, os registros da Dataprev indicam que aproximadamente 124,2 milhões de pessoas foram diretamente ou indiretamente beneficiadas pelo auxílio emergencial do governo federal.

>> Auxílio emergencial: inscritos no aplicativo ou site têm calendário diferente dos beneficiários do Bolsa Família

O número contabiliza os 65,4 milhões de cidadãos considerados elegíveis e os membros de suas famílias. Mais da metade, 65,4 milhões, foram consideradas aptas para receber a ajuda e outras 42,5 milhões não preencheram os requisitos.

Até agora, segundo a Caixa, mais de R$ 121,1 bilhões foram pagos a 65,2 milhões de beneficiários inscritos por meio do Cadastro Único, do Programa Bolsa Família, ou pelo site e pelos aplicativos do banco.

>> Quem teve o auxílio emergencial negado já pode recorrer à Defensoria Pública

>> Teve o auxílio emergencial negado? Veja como contestar resultado do cadastro

>> Justiça Federal de Pernambuco oferece serviços gratuitos para quem teve o auxílio emergencial negado e precisa recorrer

Ainda tenho dúvidas. O que faço?

A prestação de informações o auxílio emergencial está disponível apenas por meio do aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial, do site do auxílio emergencial auxilio.caixa.gov.br e da central telefônica exclusiva 111. Confira os canais da Caixa Econômica Federal para mais informações sobre o benefício e o Caixa Tem:

  • auxilio.caixa.gov.br
  • Central de Atendimento CAIXA – 111
  • Central de Atendimento do Ministério da Cidadania – 121
  • twitter.com/caixa
  • facebook.com/caixa
  • instagram.com/caixa
  • youtube.com/user/canalcaixa

>> Auxílio Emergencial: Confira como comprar e pagar contas no Caixa Tem

>> Advogado explica previsão de resposta para quem não recebeu o auxílio de R$ 600 e pagamento da quarta e quinta parcela

>> Não consegue tirar a carteira de identidade para obter o auxílio de R$ 600? Saiba o motivo e como resolver

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.