tristeza

Menina atropelada por caminhão em Olinda é enterrada como ''desconhecida''


Apesar da tentativa da família, não foi possível conseguir a documentação da garota de 11 anos

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 09/01/2020 às 18:54
Beto DLC/TV Jornal
FOTO: Beto DLC/TV Jornal
Leitura:

O velório e o enterro no Cemitério de Guadalupe, em Olinda, ficou lotado. Parentes e amigos de Jamily Gabriela Julião, de 11 anos, não conseguiam conter a emoção. A menina morreu após ser atropelada por um caminhão, e a família enfrentou uma ''batalha'' para conseguir enterrar a criança, devido a falta de documentação da mãe de Jamily e também da própria vítima. No momento do adeus, a certidão de óbito de Jamily estava como ''desconhecida''.

>>>Família consegue liberação de corpo e menina atropelada por caminhão será enterrada em Olinda<<<

>>>Família enfrenta ''batalha'' para enterrar menina 11 anos atropelada por caminhão em Olinda<<<

Desespero da família


Os familiares precisaram recorrer à Justiça, entre Defensoria Pública e Fórum de Olinda, para ter o direito de enterrar a menina. após três dias de idas e vindas a família conseguiu a liberação do corpo no Instituto Médico Legal (IML).

Mesmo com a luta da família para conseguir a identificação, na certidão de óbito Jamily aparecia como identidade desconhecida, e o fato que revoltou a avó da garota.

A avó da criança também revelou que há 6 anos solicitou à Justiça o registro da filha e da neta, mas a decisão definitiva nunca saiu. Na hora do enterro, Jamily foi homenageada com aplausos.

Beto DLC/TV Jornal
vfvgf - FOTO:Beto DLC/TV Jornal
Beto DLC/TV Jornal
dvdv - FOTO:Beto DLC/TV Jornal
Beto DLC/TV Jornal
ecdvcfev - FOTO:Beto DLC/TV Jornal
Beto DLC/TV Jornal
cdvvfc - FOTO:Beto DLC/TV Jornal