POLÍCIA

Homem é preso suspeito de danificar monumento tombado no Alto da Sé, em Olinda

Em depoimento, o homem afirmou que estava bêbado. Ele caiu de uma altura de 5 metros, depois de se pendurar na estrutura

Homem é preso suspeito de danificar monumento tombado no Alto da Sé, em Olinda

O Cruzeiro do século 18 é um monumento tombado, que fica no Alto da Sé, em Olinda - Foto: Reprodução/TV Jornal

Um homem foi preso depois que danificou um monumento histórico que fica no Alto da Sé, em Olinda, no Grande Recife. Trata-se do Cruzeiro do Século 18, que é um dos pontos turísticos da cidade.

O suspeito de danificar a Cruz do monumento foi identificado como Alessandro Santos Oliveira. Ele despencou de uma altura de 5 metros depois de se pendurar na estrutura. Alessandro foi detido em flagrante e está internado sob custódia, no Hospital Miguel Arraes, onde passará por cirurgia em uma das pernas.

Ele contou à polícia que bebeu muito depois que saiu do trabalho e, na volta de casa, resolveu se pendurar na Cruz do monumento. Por ser uma escultura cuidada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, ele poderá responder por crime federal. A prefeitura de Olinda já prestou queixa.

Nota Prefeitura de Olinda - íntegra

A Prefeitura de Olinda fará a análise dos danos e um projeto de restauro. Por se tratar de um monumento histórico tombado, não temos, no momento, previsão de custo e de início da obra.

Nota da Polícia Militar

A Polícia Militar de Pernambuco informa que uma equipe da Companhia Independente de Apoio ao turista realizava rondas no Sítio Histórico, em Olinda, no sábado (8), quando se deparou com um homem cometendo vandalismo contra um patrimônio tombado no Alto da Sé. De imediato ele foi preso pelo efetivo e levado para UPA da Tabajara e, posteriormente, transferido para o Hospital Miguel Arraes. Em seguida, o suspeito foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Federal, por seu delito se tratar contra um patrimônio tombado pelo IPHAN. Diariamente, policiais militares da Ciatur patrulham na região em Guarnições Táticas e em motocicletas. Além de contar com equipes do Grupo de Apoio Tático Itinerante que realizam rondas e abordagens no local.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.