CORONAVíRUS

Ocupação de leitos de tratamento da covid-19 chega a 88% em Pernambuco

Especialistas alertam para a necessidade de criação de estruturas permanentes de atendimento de pacientes com suspeita e diagnóstico de covid-19


Ocupação de leitos de tratamento da covid-19 chega a 88% em Pernambuco

A médica sanitarista Bernadete Peres defende que sejam criados novos leitos, mas em estruturas permanentes - Foto: Reprodução/TV Jornal Interior

A ocupação de leitos para tratamento do novo coronavírus (covid-19) chegou a 88%, na rede pública de saúde de Pernambuco.

 Com o aumento de casos da doença, cresce também a preocupação com o número de leitos disponíveis para pacientes que contraíram o vírus.

>> Covid-19: Festas de Natal e Revéillon estão proibidas em todo o estado de Pernambuco

Desativação de hospitais

Em julho, o Estado chegou a ter 2.698 leitos, entre enfermaria e UTI, mas, com a queda nos indicadores do novo coronavírus, nos meses seguintes, governos e prefeituras decidiram desativar hospitais de campanha e provisórios.

>> Olinda inaugura novo centro de testagem para covid-19

Agora, com o novo aumento de casos da doença, a rede pública tem um total de 1.646 leitos, com uma taxa de 87% de ocupação das UTIs.

Curva 

De acordo com o pesquisador Jones Albuquerque, se nenhuma medida mais restritiva for adotada pelo poder público, a tendência é que a curva de contaminação continue a crescer, em Pernambuco.

Hospitais

Mesmo com o número crescente de pessoas procurando os hospitais, por causa da covid-19, o secretário de Saúde do Estado, André Longo, ainda não vê a necessidade de reativar os hospitais provisórios.

Novos leitos 

A médica sanitarista Bernadete Peres defende que sejam criados novos leitos, mas em estruturas permanentes.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.