SAÚDE

Ministro da Saúde realiza visita técnica a unidades de saúde do Agreste de Pernambuco

A notícia de um possível colapso do abastecimento de oxigênio no Interior do Estado trouxe o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga


Ministro da Saúde realiza visita técnica a unidades de saúde do Agreste de Pernambuco

Ministro da saúde em Santa Cruz do Capibaribe - Foto: Reprodução/Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

A notícia de um possível colapso no abastecimento de oxigênio no Interior de Pernambuco trouxe, nesse final de semana, o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a cinco cidades do Agreste. Foram dois dias de visitas a hospitais, além de reuniões com representantes políticos.

A vinda do Ministro da Saúde acompanhada do Ministro do turismo, Gilson Machado, teve o objetivo de ajudar municípios pernambucanos que alegaram possível colapso na saúde, diante da falta de insumos, principalmente de oxigênio.

Caruaru

Nesse domingo (30), em Caruaru, o Ministro da Saúde anunciou que as regiões Norte e Nordeste devem ser contempladas com 5.100 concentradores de oxigênio. Desse total, 148 serão distribuídos em cidades pernambucanas. Além disso, órgãos sanitários vinculados ao governo estudam as variantes do vírus, bem como a logística de distribuição de insumos.

>>Covid-19: Cremepe pede medidas restritivas mais rígidas e diz que profissionais de saúde estão exaustos

Vacina

Ainda em Caruaru, durante uma reunião a portas fechadas, dentre as várias demandas, a Prefeita Raquel Lyra expôs para o Governo Federal a necessidade de mais vacinas para o Agreste, já que a imunização segue a passos lentos. Mas, segundo o Ministro Queiroga, a falta de vacina é um problema mundial e não pontual do governo Bolsonaro.

Toritama e Santa Cruz do Capibaribe

Ao sair de Caruaru, a comitiva seguiu para Toritama. No hospital de campanha, os ministros conversaram com o secretário de saúde da cidade, Erivaldo José Mariano, para entender a realidade sanitária do local. A segunda parada, no início da tarde, foi em Santa Cruz do Capibaribe. Na ocasião, os ministros visitaram o hospital de campanha e conversaram com o prefeito da cidade, Fábio Aragão, além de apoiadores.

Gravatá e Bezerros

Já no sábado, assim que chegaram a Pernambuco, os representantes do governo federal realizaram visitas a hospitais de duas cidades: Gravatá e Bezerros.

>>Covid-19: vacinação da população geral por idade é autorizada; saiba como vai funcionar

Falta de cilindros

Negando um colapso na saúde pernambucana, o secretário de Saúde do Estado, André Longo, destacou, durante a visita dos ministros, que o problema não é a falta de oxigênio, mas sim de cilindros e que o governo estadual está trabalhando a logística para atender a região.

Expectativa

De acordo com o Conselho de Secretários Municipais de Saúde, a expectativa é que, após a visita, Pernambuco melhore a distribuição de insumos, como oxigênio, e medicamentos, para continuar na luta contra a covid-19.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.