FISCALIZAçãO

Procon interdita bar e autua loja no Recife por descumprimento do decreto estadual de combate à covid-19

Atacado dos Presentes da Imbiribeira foi autuado pelo Procon e um bar, no Arruda, foi interditado, por funcionamento com cerca de 50 pessoas no local

Procon interdita bar e autua loja no Recife por descumprimento do decreto estadual de combate à covid-19

Atacado dos Presentes, na Imbiribeira, Zona Sul do Recife - Foto: Divulgação/Procon-PE

No cumprimento do novo decreto em vigor no Estado, o Procon Pernambuco realizou, nesse final de semana (18, 19 e 20 de junho) fiscalizações pela Região Metropolitana do Recife, com equipes simultâneas. Durante a operação, o Atacado dos Presentes foi autuado e o Bar Espetinho do Cabeça foi interditado.

“Não podemos deixar de destacar como ponto positivo, que estamos observando que a população, de forma geral, vem cumprindo com as medidas. Mas ainda precisamos continuar com atenção redobrada e alertando sobre os cuidados, pois o vírus continua entre nós”, alerta o Secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

Atacado dos Presentes 

No último sábado (19), ao chegar ao Atacado dos Presentes na Imbiribeira, Zona Sul do Recife, a equipe de fiscalização constatou o descumprimento das normas sanitárias, não havia uma organização e orientação aos clientes que adentravam a loja, como também as escadas rolantes não constavam com demarcações. Foi lavrado um auto de constatação, e o estabelecimento responderá administrativamente.

>> Procon-PE notifica distribuidoras por aumento abusivo no preço do gás, no Grande Recife

Bar

Já na noite desse mesmo dia, na Zona Norte da cidade, no bairro do Arruda, passava das 21h, quando os fiscais identificaram o bar Espetinho do Cabeça em pleno funcionamento, com a presença de consumidores. Cerca de 50 pessoas se encontravam no local sem fazer o uso de máscara e sem praticar o distanciamento social. Pelo descumprimento dos protocolos de proteção à Covid-19, o bar foi interditado pelo órgão.

Balanço

De janeiro deste ano, até agora, o Procon-PE, junto com outros órgãos, como a Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária, Polícia Militar, Corpo de Bombeiro e gestões municipais, realizou mais de 1.300 fiscalizações em Pernambuco. Desse número, cerca de 340 foram autuados e 80 interditados.

Como denunciar?

O órgão apela para que todos continuem a fazer a sua parte. Caso identifique alguma irregularidade, o consumidor pode enviar fotos, vídeos e informações para os seguintes contatos:

  • e-mail: denuncia@procon.pe.gov.br
  • WhatsApp: (81) 3181-7000
  • Também pode registrar a denúncia pelo telefone oficial, o 0800 282 1512.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.