SÃO JOÃO

São João: Cresce procura pelas comidas de milho nas padarias do Recife

Além das padarias, os pedidos das comidas de milho também estão a todo vapor nas pequenas empresas

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 23/06/2021 às 13:30 | Atualizado em 08/06/2022 às 20:27
WELLINGTON LIMA/TV Jornal
FOTO: WELLINGTON LIMA/TV Jornal
Leitura:

Bolo de milho, canjica, pamonha e pé de moleque. Essas são as comidas que não podem faltar na tradicional mesa junina, e, este ano, mesmo sem a festa de forma presencial, as padarias do Recife e de outras cidades se prepararam para as vendas.

Nas padarias o aumento das vendas da comida de milho, chega a 15%. Em uma padaria que fica no bairro dos Aflitos, na Zona Norte, as opções para a noite de São João, são muitas e os preços variados.

Quem gosta de bolo, por exemplo, pode escolher entre o de macaxeira, souza leão, cocada, além dos outros sabores. O quilo deles está custando a partir de R$ 38.

Sandro Picchetto, que é o gerente da loja, afirmou que mesmo com a pandemia, as vendas aumentaram na última semana e há um dia da comemoração a corrida pelos produtos superou as expectativas.

Assim como milhares de pessoas, o auxiliar administrativo, Elmo da Silva, costuma preparar a festa em família de última hora. Como em todos os anos, ele só vai às compras na véspera da comemoração.

>>São João: Preço da mão de milho no Ceasa reduz e consumidores aproveitam promoção

Pequenas empresas

Além das padarias, os pedidos das comidas de milho também estão a todo vapor nas pequenas empresas. A empreendedora, Juliane Lima, trabalha em casa e é especialista em bolos artesanais.

Para dar conta da demanda, ela precisou se organizar para as vendas com um mês de antecedência. Segundo ela, a produção é feita diariamente e o cardápio deste ano, incluem as opções mais desejadas pelos clientes.

+VÍDEOS