Novo prazo

Projeto dá prazo para pessoas em situação de rua solicitarem auxílio emergencial


O prazo para solicitar o auxílio emergencial se encerrou no início de julho.

Publicado em 28/07/2020 às 11:30
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
FOTO: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Leitura:

O Projeto de Lei 3930/20 permite que o trabalhador em situação de rua requeira até 30 de setembro o auxílio emergencial mensal de R$ 600.

>> Veja quem recebe auxílio emergencial e qual parcela nesta terça (28)

>> Inscritos no app ou site recebem auxílio emergencial nesta quarta (29)

>> Calendários de todas as parcelas do auxílio emergencial são divulgados

A proposta acrescenta a previsão à Lei 13.982/20, que trata do auxílio emergencial e prevê seu pagamento a trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos, desempregados e pessoas de baixa renda durante a pandemia de Covid-19. O prazo para solicitar o benefício se encerrou no início de julho.

O texto tramita na Câmara dos Deputados e foi apresentado pelos deputados Erika Kokay (PT-DF), Helder Salomão (PT-ES), Paulo Teixeira (PT-SP), Maria do Rosário (PT-RS), Nilto Tatto (PT-SP), Paulão (PT-AL), Glauber Braga (Psol-RJ) e Natália Bonavides (PT-RN).

>> Auxílio emergencial: teve conta bloqueada? Atenção aos dias de desbloqueio

>> Inscritos no app ou site: quando será próximo pagamento do auxílio emergencial?

>> Auxílio Emergencial: Inconsistência cadastral pode ser resolvida no app

>> Auxílio emergencial: conta bloqueada? Veja se deve e quando pode ir a agência

Dificuldades

Eles argumentam que a população em situação de rua está entre as mais vulneráveis do País e enfrenta grandes dificuldades para exercer direitos.

“Esses trabalhadores enfrentam maiores dificuldades em requerer o auxílio, já que isso deve ser feito por plataforma digital, o que exige acesso a equipamento eletrônico de que esse trabalhador normalmente não dispõe”, observa a justificativa do projeto.

>> Auxílio emergencial chega à quarta parcela; veja calendários da Caixa

>> Perdeu o direito ao auxílio emergencial? Saiba o motivo e o que fazer

>> Auxílio emergencial: pagamento é dividido em 4 lotes de beneficiários

>> Auxílio Emergencial: Confira orientação da Caixa para desbloqueio de contas

Assistência social

A proposta também estabelece que não haverá limite para o número de autodeclarações que podem ser feitas em um mesmo aparelho de posse da assistência social ou de organizações credenciadas, com o objetivo de permitir que elas ajudem as pessoas em situação de rua a requerer o benefício.

Por fim, o texto determina que o poder público faça a busca ativa desses trabalhadores para que mais pessoas tenham acesso ao auxílio.

>> Ampliação do prazo do Bolsa Família também afeta o auxílio emergencial

>> Auxílio Emergencial: Veja se você pode ser excluído da quarta parcela

>> Auxílio Emergencial: Confira como comprar e pagar contas no Caixa Tem

Ainda tenho dúvidas. O que faço?

A prestação de informações o auxílio emergencial está disponível apenas por meio do aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial, do site do auxílio emergencial auxilio.caixa.gov.br e da central telefônica exclusiva 111. Confira os canais da Caixa Econômica Federal para mais informações sobre o benefício e o Caixa Tem:

  • auxilio.caixa.gov.br
  • Central de Atendimento CAIXA – 111
  • Central de Atendimento do Ministério da Cidadania – 121
  • twitter.com/caixa
  • facebook.com/caixa
  • instagram.com/caixa
  • youtube.com/user/canalcaixa

>> Advogado explica previsão de resposta para quem não recebeu o auxílio de R$ 600 e pagamento da quarta e quinta parcela

>> Não consegue tirar a carteira de identidade para obter o auxílio de R$ 600? Saiba o motivo e como resolver

>> Saiba se você pode receber ou será excluído da quarta parcela do auxílio emergencial

>> Auxílio emergencial: inscritos no aplicativo ou site têm calendário diferente dos beneficiários do Bolsa Família

>> Auxílio Emergencial chega a 80% dos domicílios mais pobres do Brasil

Mais Lidas