ATO

Coronavírus: rodoviários homenageiam colegas mortos e denunciam empresas

Os rodoviários denunciam as condições de trabalho e nos ônibus, durante período de isolamento, por causa do coronavírus, além de atraso nos salários

Coronavírus: rodoviários homenageiam colegas mortos e denunciam empresas

A categoria revelou que tem tido dificuldades de dialogar com os patrões - Foto: Jailton Júnior

Nove funcionários de empresas de transporte público no Recife e Região Metropolitana morreram vítimas da covid-19 (novo coronavírus). Eles foram homenageados, na manhã desta quarta-feira (27), durante um ato organizado pelo Sindicato dos Rodoviários, na Estação do Barro, na Zona Oeste do Recife. A ideia foi chamar a atenção da sociedade e cobrar das empresas de ônibus mais investimentos e cuidados com os funcionários.

A categoria revelou que tem tido dificuldades de dialogar com os patrões e que grande maioria trabalha com medo por conta do coronavírus. Ainda segundo os rodoviários, a higienização prometida pelas empresas só é feita uma vez por dia e, em horários de maior movimento, os ônibus saem dos terminais lotados, sem fiscalização suficiente. A denúncia é confirmada pelos passageiros, que reclamam é muito do serviço.

Entre os rodoviários mortos por coronavírus, estão Izaias Paulino, que era supervisor na empresa de ônibus Rodotur; Renê, que atuava como supervisor da empresa Caxangá; Seu Aluísio, que era motorista, também da empresa Caxangá.

 

Rodoviários mortos com coronavírus
Rodoviários mortos com coronavírus
Reprodução/TV Jornal

>> Aglomerações continuam no Grande Recife e Defensoria Pública pede ônibus apenas com passageiros sentados
>> Quarentena: Uso de máscaras nos ônibus é obrigatório para passageiros
>> Profissional registra superlotação em ônibus em 1º dia de quarentena
>> Coronavírus: Grande Recife afirma que vai colocar ônibus extras em Terminais Integrados
>> Vídeo: Mulher é agredida e expulsa de ônibus por não usar máscara contra o coronavírus

Salários atrasados

Além desses problemas, o sindicato diz que motoristas e cobradores estão sofrendo com atrasos no pagamento de salários, e muitos estão sendo demitidos. Esses, inclusive, nem estariam recebendo o dinheiro relacionado às rescisões.

>> Passageiros denunciam aglomeração e risco de coronavírus em ônibus no Grande Recife
>> Motorista de ônibus com sintomas de coronavírus espera mais de 44 horas para ser transferido no Recife
>> Empresa de ônibus no Recife demite motoristas e cobradores por conta do coronavírus

Grande Recife

Confira, na íntegra, a nota do Grande Recife Consórcio de Transporte sobre o ato:

O Grande Recife informa que, na manhã desta quarta-feira (27), representantes do Sindicato dos Rodoviários realizaram um protesto pacífico no Terminal Integrado Barro em memória dos operadores que faleceram vítimas do novo coronavírus. O Consórcio lamenta a perda desses profissionais e se solidariza com as famílias.

Desde o anúncio das primeiras medidas para conter o avanço da Covid-19 em Pernambuco, o Consórcio tem atuado com o objetivo de dar sua contribuição no setor do transporte público.
A limpeza dos terminais integrados e dos ônibus foi reforçada e foram feitas marcações no piso que orientam para uma distância segura nas filas. Estão sendo instalados lavatórios em 12 TIs, a exemplo dos que já estão em funcionamento em Tancredo Neves, Aeroporto, Cabo, Cajueiro Seco e Joana Bezerra.

O Grande Recife distribuiu 30 mil máscaras e tem disponibilizado ônibus extras nos TIs a fim de evitar aglomerações. Com o estabelecimento da quarentena, fiscais do Consórcio, em parceria com as empresas operadoras e a Secretaria de Defesa Social (SDS), têm intensificado a fiscalização para que os ônibus só circulem com passageiros sentados e de máscaras. Todas estas ações têm impacto nos usuários e operadores do sistema de transporte público de passageiros.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.