OPERAçãO

Polícia prende suspeitos de extorsão mediante sequestro no interior de Pernambuco

Segundo investigações, a organização suspeita de crimes de extorsão mediante sequestro agia no interior de Pernambuco. Um dos presos durante a operação policial é soldado da Polícia Militar


Polícia prende suspeitos de extorsão mediante sequestro no interior de Pernambuco

Segundo as investigações, o grupo é investigado desde julho do ano passado - Foto: Bruno Campos/TV Jornal

A Polícia Civil de Pernambuco desencadeou, na manhã desta terça-feira (28), a 31ª Operação de Repressão Qualificada do ano, denominada "Dubai" que prendeu sete pessoas suspeitas de crimes de extorsão mediante sequestro. A operação aconteceu nas cidades de Carpina, Nazaré da Mata e Caruaru. Ao todo, foram 8 mandados de prisão, sendo 7 cumpridos já que um dos alvos morreu há 2 meses em um confronto com a polícia de outro estado. 

Segundo as investigações, o grupo, que é investigado desde julho do ano passado, atava principalmente na cidade de Caruaru com a prática de extorsão mediante sequestro.

Presos

Um dos presos é soldado da Polícia Militar lotado no 20º batalhão. A farda dele chegou a ser apreendida. Equipes do GOE, Core e da Corregedoria participaram da operação. Os outros alvos preferiram o silêncio. Ao todo, 90 policiais civis participaram da operação.

Segundo a polícia, o líder da organização criminosa, conhecido como Henrique Dubai, foi preso em Caruaru. Com ele, os policiais chegaram a apreender um carro de luxo. 

Investigada

A quadrilha é investigada por pelo menos 4 sequestros de familiares de tesoureiros e gerentes de agências bancárias. Um sequestro teria acontecido em Carpina, dois em Caruaru e um em Bezerros. O local de cativeiro foi quem deu nome à operação. A chácara Dubai, na cidade de Caruaru, era a casa do líder do grupo. Nas redes sociais do líder apontado pela polícia, é possível ver muita ostentação. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.