DENúNCIA

Remédio para tratamento da esquizofrenia está em falta na Farmácia do Estado de Pernambuco

Medicamento está em falta há dois meses


Remédio para tratamento da esquizofrenia está em falta na Farmácia do Estado de Pernambuco

Medicamento está em falta há dois meses - Foto: Pixabay

Um remédio para o tratamento da esquizofrenia está em falta na Farmácia do Estado de Pernambuco há dois meses. A denúncia vem de famílias de pessoas que dependem da olanzapina, essencial para os pacientes. É o caso da situação de Marilene Gonçalves que vem passando dias difíceis. Ela conta que tem sobrinho que sofre de esquizofrenia, e para controlar a doença, o homem precisa tomar diariamente um medicamento controlado.

Porém, nos últimos meses o remédio, que é disponibilizado, pela Secretaria de Saúde de Pernambuco está em falta e a última vez que que o paciente tomou a medicação foi em julho. De lá pra cá, Marilene já perdeu as contas de quantas vezes deu viagem perdida na farmácia. Segundo ela, o sobrinho está passando por vários problemas de saúde.

Alterações 

A psiquiatra Katia Petribu explicou que a falta da substância no organismo pode gerar alterações na rotina do paciente uma delas é a mudança de comportamento e humor. Ainda de acordo com a médica, se o remédio não for tomado no tempo certo pode trazer sérios prejuízos à saúde mental.

 

Condições financeiras

Nas farmácias, a caixa do medicamento custa em média R$ 180,00 porém dona Marilene não tem condições financeiras para comprar o remédio.

Esquizofrenia

Segundo os especialistas, a esquizofrenia é uma doença mental grave caracterizada por sintomas como delírios, alucinações e pensamentos desconexos e que acomete um por cento da população brasileira. Os pacientes diagnosticados com a doença precisam fazer uso contínuo da substância

Nota

A Farmácia do Estado informou que o fornecimento do medicamento olanzapina é de responsabilidade do Ministério da Saúde e que a entrega está irregular há cerca de 3 meses. O ministério da saúde, até agora, não enviou nenhuma resposta.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.