CASA DE PAPEL

Covid-19: PF investiga irregularidades em compras emergenciais de materiais médicos


Nessa operação, foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão em endereços domiciliares, empresas e um órgão público de 6 cidades do Estado

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 10/12/2020 às 16:00
Day Santos/TV Jornal
FOTO: Day Santos/TV Jornal
Leitura:

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (10), a segunda fase da Operação Casa de Papel para investigar irregularidades nas compras emergenciais de materiais médicos durante a pandemia do novo coronavírus (covid-19).

>>Operação integrada reprime crimes ambientais no Litoral de Pernambuco

Nessa nova fase da operação foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão em endereços domiciliares, empresas e um órgão público de 6 cidades do Estado. Entre os materiais apreendidos estão documentos, celulares e computadores. Tudo foi recolhido de empresas e residências dos investigados.

>>Polícia deflagra operação para prender suspeitos de violência contra idosos

Servidor público

De acordo com a PF, está já é a segunda fase das investigações que apontaram um servidor público suspeito de desviar milhões de reais a partir de contratos sem licitação.

>>Polícia Civil: Operação desarticula organização criminosa em Toritama

Primeira fase

A primeira fase da operação foi deflagrada no mês de junho deste ano quando foram cumpridos 35 mandados de busca e apreensão domiciliar no Recife e Região Metropolitana. Até agora ninguém foi preso.